Latim: A língua usada no Império Romano

    

                           

Como estamos estudando sobre o Império Romano resolvi criar um post explicando porque a língua  Latim tem a ver com o que estamos estudando.

 

• O que é Latim ? A maior parte das línguas da Europa e certas línguas da Ásia derivam-se de um tronco comum que a lingüística comparativa chamada de indo-europeu.Tais são:

 

  • 1) As línguas do grupo indo-irâno (sânscrito, antigo-persa e etc);
  • 2) O gregro;
  • 3) O grupo ítalo-celta, que compreende, ao lado das línguas da Itália  (osco, umbro,latim), os dialetos célticos (entre  os quais o gaulês);
  • 4) O grupo germânico (alemão, inglês, neerlandês, ou flamengo, e línguas escandinavas)
  • 5) O grupo eslavo (russo, polonês, tcheco, búlgario, servocrota), ao qual importa juntar o grupo báltico (lituano).

 

                        • O Latim e o Império Romano

  O Latim, falado primeiramente pela população de Roma e do Lácio, prevaleceu sobre outros idiomas da Itália (osco, umbro, grego, etruco), difundiu-se graça ás conquista e o desenvolvimento do Império Romano, e tornou-se uma das duas principais línguas de civilização que dividiram entre si o mundo antigo.

 

                       • Pequenas histórias do Latim

 A língua latina, falada desde dos tempos pré-historicos, começou a adquirir uma forma literária apenas pelo inicio do século III a.C.Nessa época criou-se uma língua escrita , que se transformou lentamente .Da mesma forma que o português escrito por Camões não é o do português de Vieira e menos ainda por Machado de Assis, também se distinguem certos períodos na história do Latim.

 

  • 1) Período arcaico- (entre o século III e o inicio do século I a.C) com Catão e sobretudo com os dois grandres escritores cômicos , Plauto e Ferêncio.

 

  • 2) Período Clássico (entre o inicio do século I a.C e o inicio do Império), Com Cícero, Cesár, Salustico, Cornélio Nepos e etec…

 

  • 3-) Período pós-Classico ( a partir do inicio da nossa era) com Tito Lívio, Sêneca , Quinto Cúrcio e etec..
  • 4) Período Cristão (a partir do século II de nossa era aproximadamente) Com Tertuliano, Sto. Agostinho, S.Jerônimo e etc…

 

 

                                        Gramática do Latim

 

 Os substantivos têm dois números (singular e plural) e seis casos (nominativo, vocativo, acusativo, genitivo, dativo e ablativo). Organizam-se em cinco declinações, que se distinguem pela terminação da forma de genitivo singular: 1ª: -ae, 2ª: -i, 3ª: -is, 4ª: -us e 5ª: -ei. Nem sempre a forma de nominativo correspondente é determinável a partir da forma de genitivo. Por exemplo, nominativo uerbum, genitivo uerbi (“palavra”); mas nominativo puer, genitivo pueri (menino). Assim, para se saber declinar um nome em todas as suas formas, é preciso saber a forma de nominativo e a de genitivo; tipicamente os dicionários fornecem ambas: uerbum, uerbi e puer, pueri.

 

                                     

                                           Minha Conclusão.

 Ao estudar o Império Romano e fazer esta pesquisa sobre a língua Latim, pude conhecer mais sobre sua história e o porquê ela foi considerada uma das línguas importante. O Latim como diz o texto é falado desde do tempo pré-histórico e através do Império Romano ela foi se expandido e  adaptando-se a outras línguas e foi uma das principais língua. Foi o Latim também que deu origem ás línguas românicas como português e espanhol entre outros. E com o passar do tempo ela se transformou numa língua escrita. Enfim foi muito importante saber e conhecer mais a história do Latim e poder saber porque até hoje ela tem toda essa repercussão e estudada por todos. 

                                                 Bibliografia

 

Lamaison, Cart. Gramática Latina. São Paulo: Universidade de São Paulo, 1994.

 

  1. estudandohistoria posted this